Agente russo que porta ‘maleta nuclear’ de Putin é baleado em Moscou

Reprodução/TV Zvezda

Vadim Zimin estaria em uma UTI na capital russa

O agente russo Vadim Zimin, de 53 anos, responsável por carregar a “Cheget”, como é conhecida a maleta do presidente Vladimir Putin, em que podem ser inseridos os códigos de lançamento dos mísseis nucleares russos, foi encontrado baleado, na casa em que vive em Moscou, na última segunda-feira, dia 20, de acordo com a revista norte-americana “Newsweek”.

A revista repercutiu informações do jornal ucraniano “Kyiv Post”, de que Zimin estaria internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI) e de que a principal suspeita é de que o agente do Kremlin tenha atirado contra a própria cabeça.