Bia Kicis tem nome confirmado para presidência da CCJ da Câmara

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) será a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Indicada para o comando da CCJ pelo PSL – o maior partido na Câmara – a ex-procuradora de Justiça aposentada teve o nome confirmado para a presidência da comissão mais importante da Casa nesta terça-feira (9), durante reunião entre o presidente Arthur Lira (PP-AL) e líderes partidários.

A CCJ é a comissão mais importante por analisar a constitucionalidade das iniciativas e por ser parada obrigatória de quase todas as matérias. A previsão é que as comissões da Câmara sejam instaladas nestas quarta-feira (10) e quinta-feira (11). A previsão é que as comissões da Câmara sejam instaladas nestas quarta-feira (10) e quinta-feira (11).

Bia Kicis já havia sido primeira vice-presidente da CCJ. O último presidente foi Felipe Francischini (PSL-PR). Em 2020 não houve atividade de nenhuma comissão por conta da pandemia de covid-19.

A deputada é uma das aliadas mais fiéis ao presidente Jair Bolsonaro. Dados do Radar do Congresso, plataforma de dados do Congresso em Foco, apontam que Bia acompanhou o governo em 97% das votações nominais da Câmara. Kicis tem se destacado como uma das raras vozes dissonantes a ter coragem de defender o tratamento precoce para o covid-19 e a denunciar a ausência de provas científicas sobre a eficácia da utilização de máscaras artesanais para prevenir o contágio pela doença.09