Bolsonaro visita a cidades afetadas por temporal e anuncia liberação de R$5,8 mi e FGTS

Presidente Jair Bolsonaro e ministros sobrevoam cidades atingidas por temporal na Bahia - Reprodução/Redes Sociais

Presidente Jair Bolsonaro e ministros sobrevoam cidades atingidas por temporal na Bahia – Reprodução/Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro esteve na manhã deste domingo, dia 12, no estado da Bahia para prestar solidariedade e oferecer auxílio à população e aos governos locais, na região afetada por enchentes que inundaram casas, romperam duas barragens, interditaram estradas e deixaram desabrigados. A partir da cidade de Porto Seguro, o presidente – acompanhado por quatro ministros, entre eles, Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, e João Roma, da Cidadania – sobrevoou de helicóptero, localidades do Sul do estado atingidas pelas enchentes dos últimos dias.

Recebido por uma multidão de apoiadores que o recebeu o presidente no campo de futebol do estádio municipal Juarez Barbosa, em Itamaraju, uma das localidades sobrevoadas pelo helicóptero que transportava a equipe presidencial, o presidente comparou a situação da região ao estrago causado pelas medidas restritivas durante a crise sanitária provocada pelo covid-19.

“Também tivemos muitas catástrofes ano passado quando muitos governadores, o pessoal da Bahia fechou todo o comércio e obrigou o povo a ficar em casa. O povo – em grande parte informais – condenados a morrer de fome dentro de casa. O governo federal atendeu a todos com auxílio emergencial”, disse Bolsonaro.

Posteriormente, o presidente falou à Imprensa em coletiva. Bolsonaro anunciou que em resposta aos decretos de estado de calamidade pública decretados por prefeitos da região, o governo vai liberar R$ 5,8 milhões para atender os municípios do sul do estado da Bahia.

A partir dos comunicados dos prefeitos, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, definiu que a Caixa Econômica Federal dará suporte às prefeituras para o encaminhamento da documentação para a liberação emergencial de até R$ 6,2 mil do Fundo de Garantia e Tempo de Serviço para a população das regiões afetadas.

Bolsonaro – acompanhado de 4 ministros – sobrevoa municípios do Sul da Bahia atingidos por enchentes. Divulgação/Ministério da Cidadania

A partir dos comunicados dos prefeitos, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, definiu que a Caixa Econômica Federal dará suporte às prefeituras para o encaminhamento da documentação para a liberação emergencial de até R$ 6,2 mil do Fundo de Garantia e Tempo de Serviço para a população das regiões afetadas.