Chuvas fortes já causaram 106 mortes em Pernambuco

Estado já tem mais de 6 mil desabrigados e 24 municípios em situação de emergência

Até o início da noite desta terça-feira, dia 31 de maio, o Corpo de Bombeiros do Estado de Pernambuco confirmou 106 mortes causadas pelas chuvas fortes iniciadas na quarta-feira, dia 25. Somente nesta terça, mais seis vítimas de deslizamento foram encontradas: três na Vila dos Milagres, no bairro do Barro, e outras três em Jardim Monte Verde, entre Jaboatão dos Guararapes e  Recife, onde todos os desaparecidos já foram encontrados e as buscas foram encerradas. Até a segunda-feira,  a Defesa Civil de Pernambuco já havia cadastrado 6.170 desabrigados por conta de enchentes e deslizamentos. Dezesseis pessoas são consideradas desaparecidas.

“Concentramos esforços e efetivo na Vila dos Milagres, Areeiro e Curado IV, além de Jaboatão Centro e Paratibe (Paulista), onde procuramos duas pessoas possivelmente levadas pelas enchentes”, informou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Vinte e quatro municípios decretaram situação de emergência:
Recife e Olinda; Abreu e Lima, Aliança e Araçoiaba; Bom Jardim, Cabo de Santo Agostinho e Camaragibe; Glória do Goitá, Goiana e Igarassu; Jaboatão dos Guararapes, Limoeiro e Macaparana; Moreno, Nazaré da Mata e Passira;
Paudalho, Paulista e São Lourenço da Mata; São José da Coroa Grande e São Vicente Ferrer; Timbaúba e  Vicência.