Conselho Federal de Medicina é contra obrigatoriedade da vacina

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, declarou que é totalmente contra a vacinação obrigatória da população do Brasil contra a Covid-19, durante entrevista ao programa “Osy Pingos nos Is”, da rádio Jovem Pan, nesta terça-feira (15).

“As pessoas precisam ter liberdade de escolher aquilo que é mais apropriado”, afirmou Mauro Ribeiro, que é cirurgião geral.

Cabe a entidades relacionadas à área da saúde convencer a população de que é importante tomar a vacina”, acrescentou.

O chefe do Conselho Federal de Medicina declarou que “o CFM é favorável à vacinação”, mas  destacou:

“Os cidadãos têm o direito de serem avisados sobre os riscos inerentes aos imunizantes” e “de se negarem a serem submetidos a ela”, declaou o presidente do CFM.