Davi Alcolumbre é o novo presidente da CCJ do Senado

Com informações Congresso em Foco e Agência Senado

Apoiado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi escolhido presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), com mandato até fevereiro de 2023.

A mais importante comissão da Casa, que analisa a constitucionalidade das iniciativas, que seria crucial para o funcionamento da Casa, cai nas mãos do ex-presidente do Senado, chamado por muitos críticos no meio político de “engavetador-geral da União”. A vice-presidência ficou com o senador Antonio Anastasia (PSD-MG).

A comissão do Senado volta a funcionar a partir desta quarta-feira (24) depois de ficar um ano  parada por conta do evento do coronavírus. O colegiado vai funcionar de maneira semipresencial, com discussões remotas e presenciais quando houver necessidade.

Além da CCJ, já têm seus respectivos presidentes as seguintes comissões:

  • Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA): Acir Gurgacz (PDT-RO)
  • Comissão de Assuntos Econômicos (CAE): Otto Alencar (PSD-BA)
  • Comissão de Assuntos Sociais (CAS): Sérgio Petecão (PSD-AC)
  • Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH): Humberto Costa (PT-PE)
  • Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE): Marcelo Castro (MDB-PI)
  • Comissão de Meio ambiente (CMA): Jaques Wagner (PT-BA)
  • Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE): Kátia Abreu (PP-TO)
  • Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle (CTFC): Reguffe (Podemos-DF)