Defesa cobra acesso ‘urgentíssimo’ aos códigos-fonte das urnas do TSE

O ministro da Defesa, General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira

O ministro da Defesa – e ex-comandante do Exército Brasileiro – General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira enviou ofício classificado como urgentíssimo ao ministro Edson Fachin, solicitando que seja entregue, até o dia 12 de agosto, os códigos-fonte das urnas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“– Haja vista o exíguo tempo disponível até o dia da votação, solicito que o acesso aos códigos-fonte seja disponibilizado, para a execução do trabalho da Equipe das Forças Armadas de Fiscalização do Sistema Eletrônico de Votação, na janela de trabalho inicial de 2 a 12 de agosto de 2022”, afirma o ofício.

Quem não deve não teme

A solicitação é a terceira encaminhada pelo Ministro da Defesa ao togado, após as propostas das Forças Armadas para aumentar a segurança e a credibilidade das eleições serem completamente ignoradas pelo ex-advogado do PT. Entre as sugestões apresentadas pelos especialistas em Guerra Cibernética das Forças Armadas, está a apuração paralela dos votos, o que tem sido – injustificavelmente – negado pelo TSE.

O código-fonte é um conjunto das linhas de programação que compõe o sistema. Com ele, os especialistas em Guerra Cibernética das Forças Armadas podem analisar a integridade, identificar falhas e vulnerabilidades e indicar correções.