Desemprego no Brasil cai para 9.3% no segundo trimestre

Percentual de desempregados é o menor desde 2015 no 2⁰ trimestre. Menores – e melhores – índices foram registrados em Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

 

A taxa de desemprego no Brasil caiu de 11,1% para 9,3% no segundo trimestre deste ano com a redução do número de desempregados em todos os 27 estados da federação. Este é o melhor resultado no 2⁰ trimestre desde 2015, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, dia 12 de agosto.

Foram registrados recuos significativos em 22 das 27 unidades da Federação entre o primeiro e o segundo trimestre de 2022. Os estados com menores percentuais de desempregados estão em Santa Catarina (3,9%), Mato Grosso (4,4%) e Mato Grosso do Sul (5,2%). Em outros cinco estados também houve redução, mas a variação ficou dentro da margem de erro da pesquisa.

Já as maiores taxas de desocupação foram registradas na região Nordeste. No segundo trimestre, as maiores taxas de desocupação foram as da Bahia (15,5%), Pernambuco (13,6%) e Sergipe (12,7%).