Dirceu quer censura e punição para militar que manifeste apoio a Bolsonaro

O comunista José Dirceu – a mente demoníaca por trás da OrCrim Petralha – pede punição para militares que manifestarem apoio a Bolsonaro 

 

Outro bandido comunista ‘descondenado’ pelo ativismo político do Judiciário brasileiro, o petralha José Dirceu, codinome Daniel, cobrou a punição de militares das Forças Militares ou Auxiliares Militares estaduais), em um ataque, como bandido que é, a centenas de milhares de militares Brasil afora.

Em publicação online do dia 18 de julho da Revista “A Verdade”, do mesmo grupo de Jornalismo ao qual pertence o Jornal da Cidade On Line –  o militante comunista,  treinado em Cuba e mente demoníaca por trás da organização criminosa petralha – cobrou a censura e punição de todo militar, do mais simples soldado ao oficial da mais alta patente – que manifestar apoio ao Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Na avaliação da publicação, “Dirceu escolheu o pior inimigo possível.”

“Militar quando opina sobre política tem que ser punido pelo comandante, seja o governador, seja o presidente da República!”