IBGE registra queda dos preços nas principais capitais do Brasil

Deflação foi constatada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo

Com informações Revista Oeste


Em julho, 
as regiões metropolitanas de 16 capitais apresentaram queda dos preços – fenômeno econômico chamado de deflação, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Em média, o IBGE estima uma queda de 0,68% nos preços em todo o país. Entre as capitais, o melhor resultado ocorreu em Goiânia, (GO): -2,12%. Ao mesmo tempo, São Paulo registrou o pior: -0,07%.

Na lista também das Regiões Metropolitanas, a de Curitiba (PR) apresentou o segundo melhor resultado (-1,41%). Na terceira posição, aparece a Grande Vitória (ES), que ficou na terceira posição: -1,31%. No Top 5 também estão Belém (PA), com -1,29%, e Aracaju (SE), com -1,21%. Na sequência ainda aparecem Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Rio Branco (AC), Brasil, Fortaleza (CE), São Luís (MA), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), e Recife (PE).

De acordo com a análise do IBGE, os transportes e a habitação lideraram o fenômeno de deflação. Eles fecharam com queda nos preços de, respectivamente, 4,51% e 1,05%.