Itaipu deve investir R$350 milhões em nova ponte entre MS e PR

Ponte e duplicação da BR-376 reduzirão viagem ao Porto de Paranaguá em 100 km

A Itaipu Binacional deve construir uma novas ponte, ao custo R$ 350 milhões,  sobre o Rio Paraná, entre o distrito de Porto São João, em Batayporã (MS), e São Pedro do Paraná.

O convênio para a elaboração dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) da construção sobre o Rio Paraná – que também serão financiados pela Itaipu Binacional, ao custo de R$3 milhões – foi assinado na manhã de segunda-feira (30), pelos governadores do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr. e de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja.

Ponte deve reduzir percurso de caminhões em 100 km

A ponte que ligará a região sudeste de Mato Grosso do Sul ao Norte do Paraná faz parte de um projeto que incluirá a duplicação da BR-376, rodovia de alto tráfego de caminhões que transportam a safra sul-mato-grossense, cruzando o estado do Paraná, até o Porto do Paranaguá.

“Hoje, os caminhões precisam passar pela barragem Primavera, entrar no estado de São Paulo, atravessar a barragem de Rosana para, entrar no Paraná via  Londrina e só então acessar a BR-376. Esse caminho, com duas barragens, tem trânsito lento e restrição de peso de caminhões”, explicou o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.  “O projeto deve encurtar a viagem em 100 km, comemora.

Salto logístico

O projeto vinha sendo reivindicado há mais de 4 anos pela Socipar (Sociedade Civil Organizada do Paraná), que envolve cerca de 200 lideranças políticas e da sociedade civil, que defendem que a construção da nova ponte será fundamental para o setor logístico e para a economia dos dois estados.