Maiores frigoríficos iniciam apresentação de balanços corporativos

Corretora aposta em continuidade de tendência positiva nas exportações

 

Análise da Ativa Investimentos divulgada nesta terça-feira, dia 12 de julho, aposta que grandes frigoríficos seguirão a tendência do primeiro trimestre e apresentar mais uma vez números positivos, com destaque para o segmento de bovinos.

Segundo a corretora, a BRF (BRFS3) deve apresentar tendência de recuperação no comparativo trimestral, projetando uma expansão de receita robusta, apoiada pela melhora das exportações de aves para a Ásia e o Oriente Médio. As margens também devem se recuperar, mas ainda virão pressionadas, avalia a corretora.

“As margens deverão apresentar certa recuperação trimestre a trimestre, embora permaneçam comprimidas devido ao preço dos grãos, principal custo de produção da companhia, que continua em patamares elevados, além dos custos com mão de obra e energia, que devem apresentar alta no trimestre”, comentam Sergio Berruezo e João Pedro Moreira Fontes, do time de research da Ativa Corretora.

No caso da JBS (JBSS3) e da Marfrig (MRFG3), os resultados devem vir satisfatórios, ainda que as margens apresentem queda no comparativo trimestral. A corretora espera ver receitas e margens menores para as operações norte-americanas das duas empresas devido à reversão gradual de ciclo no mercado de gado dos Estados Unidos. Já as operações da América do Sul devem ampliar as margens com a reversão do ciclo bovino no Brasil.

No caso da JBS, a corretora estima leve recuperação para a unidade Seara, devido a maiores exportações de frango. As margens, no entanto, devem permanecer pressionadas em meio a um cenário de preços de grãos elevados e fraco desempenho do consumo doméstico.

“No geral, esperamos um resultado em linha com o apresentado no trimestre anterior”, comentam Berruezo e Fontes sobre a JBS e a Marfrig.

Os resultados da Minerva (BEEF3) devem ter como destaque o mercado externo, dado o aumento das exportações de carne bovina para EUA e Ásia. Apoiada na visão de oferta bovina relativamente mais favorável, a Ativa acredita que o frigorífico reportará margens levemente mais altas.

“No geral, esperamos um resultado melhor do que o apresentado no trimestre anterior”, completam os analistas.

A Ativa tem recomendação de compra para as ações da JBS e da Minerva, com preços alvo de, respectivamente, R$ 48,20 e R$ 17,20. Em relação aos papéis de Marfrig e BRF, a recomendação é ‘neutra’ e os preços estipulados são de R$ 23,10 e R$ 17,20.

Com informações Money Times