MS registra abertura de 27 mil empresas em 6 meses

Micro-empreendedorismo mantém protagonismo na Economia brasileira (Foto: Agência Sebrae)

Estado ocupou o 15º lugar no país em abertura de novos empreendimentos

 

Dados do Painel Mapa de Empresas divulgado pelo Ministério da Economia, divulgados na quinta-feira, dia 14, apontam que o estado de Mato Grosso do Sul registrou a abertura de 27.891 empresas no primeiro semestre de 2022. O número coloca o estado em último lugar na região Centro-Oeste, atrás de Goiás com 79.595 novas empresas; Mato Grosso, com 43.132; e o Distrito Federal, com 38.908 e representou 14% de participação do MS nas 189.526 empresas abertas no período na região Centro-Oeste.

O estado ocupou a 15ª posição no ranking de abertura de empresas no primeiro semestre. No mesmo período em que foram criadas mais de 27 mil empresas no estado, 9.758 encerraram suas atividades, deixando o estado com saldo positivo de 18.133.

Burocracia
O estudo do Ministério da Economia apontou que um ponto positivo em relação ao combate à burocracia: O tempo médio de abertura das empresas em Mato Grosso do Sul entre janeiro e junho de 2022 foi de 1 dia, tempo menor que a média nacional de 1 dia e 18 horas. E o tempo de registro de empresas foi de um dia e 1 hora. As cinco primeiras cidades do Estado que se destacam no ranking de menor tempo médio para a abertura de empresas foram Iguatemi, Rio Brilhante e Coxim, Naviraí e Nova Alvorada do Sul.

Micro e pequenos empreendedores mantêm protagonismo

Segundo os dados do Mapa de Empresas, foram abertas mais de 2 milhões de empresas neste primeiro semestre em todo o país. O número de empresas extintas foi de cerca de 830 mil, deixando um saldo positivo de 1,19 milhão de empresas. O estudo aponta que o País tem 19,61 milhões de empresas ativas.

O protagonismo do micro-empreendedorismo na Economia do País pode ser verificado pela natureza jurídica da maior parte das empresas no País: Os micro-empreendedores individuais são hoje a modalidade mais numerosa no País, com 13,77 milhões de CNPJs, seguidos pelas Sociedades Limitadas (4,68 milhões) e pela categoria de Empresa Individual de Sociedade Limitada – EIRELI (880 mil) e a Sociedade Anônima (178 mil).

Perfil dos negócios
Na liderança do ranking de empresas está o comércio varejista de roupas e acessórios, com 1,06 milhão de empresas ativas no país. Seguido pelo setor de Estética, com cabeleireiros, manicures e pedicures representando 799 mil CNPJs e em terceiro lugar, o setor de promoção de vendas com 539 mil.