Petrobras alcança 97% da capacidade das refinarias

Navio-plataforma FPSO Carioca no campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos | Foto: Agência Petrobras/Divulgação

Petroleira atinge patamar em cenário de escassez mundial de diesel

 

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira, dia 21 de julho, em seu Relatório de Produção e Vendas do 2º Trimestre de 2022, que as refinarias da petroleira alcançaram 97% de Fator de Utilização (FUT) no fim do mês de junho, o que permitiu “maior rendimento de diesel, gasolina e QAV [querosene de aviação] no trimestre, aproveitando condições favoráveis de mercado, respeitando os requisitos de segurança, de meio ambiente e de qualidade dos derivados produzidos e considerando o foco em geração de valor”, especificou a companhia.

Refinaria da Petrobras | Foto: Marcos Peron – Divulgação

“A produção de diesel S-10 no 2T22 ficou no mesmo patamar do 1T22, com uma participação de 55% sobre a produção de diesel total. Na comparação com o primeiro semestre de 2021, o rendimento foi maior em seis pontos percentuais, refletindo a orientação estratégica para aumento da participação de produtos mais limpos no perfil de produção da Petrobras”, ressaltou a empresa de economia mista (em que o governo federal é sócio majoritário).

Segundo a Petrobras, os campos de petróleo do pré-sal responderam por 73% de toda a produção ao longo do 2º Trimestre de 2022, produzindo 1,94 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boed) entre abril e junho.

O volume de produção de combustíveis foi 2,6% maior no segundo trimestre e o volume de vendas de derivados foi 1% maior em relação ao mesmo período do ano passado.

Os dados completos do relatório podem ser acessados na página da Petrobras.