Presidente da Câmara dos Deputados dos EUA chega a Taiwan

Nancy Pelosi, com sua comitiva, logo depois de desembarcar no Aeroporto de Taiwan | Reprodução

China prometeu retaliações caso visite se concretizasse: “Não brinque com fogo!”

Com informações Revista Oeste

A presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, chegou nesta terça-feira, dia 2 de agosto, à ilha de Taiwan, ex-protetorado britânico, capitalista, que a ditadura comunista chinesa quer submeter definitivamente. Na semana passada, em videoconferência com o ditador comunista chinês Xi Jinping, Biden ouviu uma ameaça do comunista: “- Não brinque com fogo!”

O avião da Força Aérea norte-americana transportando Pelosi decolou da Malásia e voou para o leste, em direção a Bornéu, em uma rota que contornava o Mar da China Meridional, para se aproximar da ilha. Ao entrar no espaço aéreo de Taiwan, o avião militar foi escoltado por 15 caças da Força Aérea de Taiwan.

A aeronave dos EUA foi a mais seguida no site Flightradar24, com isso o acesso ao portal caiu, depois que registrou mais de 500 mil pessoas conectadas. O desembarque em Taipé, capital de Taiwan, aconteceu por volta das 22h46, no horário local (11h46 horário de Brasília).

Avião da Força Aérea dos EUA evitou o Mar da China Meridional – Reprodução

Normalmente, um voo da Malásia para Taiwan passaria pelo Mar da China Meridional, seguiria para o norte ao se aproximar das águas a oeste das Filipinas e entraria no espaço aéreo da ponta sul de Taiwan, com um tempo médio de voo de quase 5 horas.

Nesta terça-feira, 2, a TV de Taiwan divulgou a agenda de Nancy Pelosi no país, com a previsão de um discurso no Salão Presidencial, que deve ocorrer na manhã de quarta-feira, dia 3 de agosto. Ainda há encontros com autoridades e assinatura de protocolos comerciais. O gabinete de Pelosi afirmou, no domingo 31, que ela visitaria quatro países asiáticos, mas sem mencionar Taiwan.

Segundo a imprensa do país, Pelosi vai se hospedar em um hotel na cidade de Taipé. A delegação é protegida por cerca de 300 policiais, que estão de prontidão nos arredores do trajeto da presidente da Câmara.