Receita Federal em MS recebe 513 mil declarações de IRPF

Foto: Receita Federal - Divulgação

‏Aumento de 7,2% sinaliza retomada da atividade econômica

 

A Receita Federal em Mato Grosso do Sul recebeu 513.154 declarações – um aumento de 7,2% em relação à expectativa inicial de 478 mil declarações – até às 23 horas (meia-noite, no horário de Brasília) desta terça-feira (31), quando terminou o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022. A expectativa inicial, anunciada na véspera pelo delegado da Receita Federal em MS, Clóvis Ribeiro Cintra Neto, era de um aumento de 3% em relação à 2021. As declarações transmitidas depois das 23 horas (meia-noite de quarta-feira, 1º de junho, no horário de Brasília) já foram entregues fora do prazo e estão sujeitas à multa mínima de R$ 165,74, e máxima limitada à 20% do imposto devido.

Segundo o delegado da Receita Federal, um aumento significativo no número de declarações sinaliza a retomada da economia pós-pandemia.

“Há um maior número de empregados e possivelmente, também uma massa de assalariados […] dentro da faixa de incidência do IRPF. Isso significa que as pessoas também estão ganhando mais, que é o que se deseja para toda a sociedade brasileira”, analisou.

Calendário de Restituições

O primeiro lote de restituições da IRPF 2022 (ano-base 2021) – de R$ 79.165.919,58 – foi depositado no dia 31 de maio para 41.800 contribuintes de Mato Grosso do Sul, na conta indicada pelo contribuinte na declaração. Os próximos quatro lotes de restituições estão programados para 30 de junho, 29 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro. Têm preferência na restituição os ‘superidosos’ – aqueles que têm mais de 80 anos -; idosos com mais de 60 anos; portadores de moléstia grave; contribuintes que têm, majoritariamente, seus rendimentos decorrentes do magistério e, por fim, todos os outros. Lembrando que entre estes últimos, terão preferência aqueles que entregaram primeiro a declaração.