Soja subiu 17% em 12 meses em MS

Commodity subiu 3,16% nas três primeiras semanas de junho

 

O preço médio da saca do soja nas primeiras três semanas de junho foi de R$ 178,33 pela saca de sessenta quilos, uma alta nominal de 17%, com relação ao mesmo período de 2021, quando a oleaginosa foi cotada, em média, a R$152,41/sc. A analista técnica do Sistema Famasul, Tamiris Azoia, comenta: “Esse aumento não necessariamente evidencia o poder de ganho do produtor rural, porque não foi considerado o efeito da inflação no período.”

Cotações

O preço médio da saca de soja em MS é de R$179,38. A saca da soja valorizou 3,16% nas primeiras três semana de junho de 2022. As maiores valorizações ocorreram nos municípios de Sonora e Dourados, com aumento na ordem de 4,73%, 4,26%, respectivamente. A última cotação levantada em Campo Grande foi de R$179,00, em Dourados de R$183,50 e em Sidrolândia, R$180,00.

O levantamento da Granos/Famasul destaca que a cotação do momento não representa necessariamente o valor dos contratos fechados pelos produtores, já que a comercialização da safra é realizada de forma gradativa.

Paranaguá

O indicador Cepea/Esalq Indicador/BM&F-Bovespa aponta que a soja foi negociada no Porto de Paranaguá em 20/06/22 por R$ 199,67/sc. Esse patamar representa uma valorização de 0,29% comparado aos R$199,10 do dia 13 de junho. Em relação ao mesmo período no ano passado houve alta nominal de 28,99% tendo em vista que o indicador foi cotado a R$ 154,80/sc.

Volume  comercializado

Segundo levantamento realizado pela Granos Corretora, até 13 de Junho de 2022, o MS já havia comercializado 72% da safra 2021/22, atraso de 6 pontos percentuais quando comparado a igual período de 2021 para a safra 2020/21.

Milho

O cereal foi negociado em média no estado de MS em R$75,63, que representou queda de 9,47% em relação ao valor médio de R$83,54/sc no mesmo período de 2021.

Em Campo Grande, segue sendo comercializado em R$75,00, em São Gabriel do Oeste em R$78,00 e Ponta Porã em R$ 73,00.

Colheita do Milho

“A colheita do milho segunda safra em MS teve início na segunda semana de junho. Até o dia 17/06 havia aproximadamente 12 mil hectares colhidos em todo o estado, o que significa algo em torno de 0,6% de toda a área estimada de plantio (1,992 milhão de hectares). Possivelmente
durante a semana de 20 a 24 de junho, a colheita seguiu normalmente pois não foi uma semana chuvosa no estado”, explica a analista técnica do Sistema Famasul.

“Nesse mesmo período o ano passado, a colheita ainda não havia sido iniciada, porém segue abaixo da média dos últimos 5 anos”, compara.

“A região norte é a que está mais adiantada, com cerca de 1,7% da sua área colhida”, conclui Tamiris Azoia.