‘Tsunami bolsonarista’ na orla de Copacabana no 7 de Setembro

Número similar ao dos Réveillons reúne muito mais de um milhão de pessoas à Praia de Copacabana nesta quarta-feira, dia 7 de Setembro,  durante as comemorações do Bicentenário da Independência

Desde às 8 horas desta quarta-feira, dia 7 de Setembro, mais de um milhão de pessoas formaram um verdadeiro tsunami bolsonarista na Avenida Atlântica, na orla da Praia de Copacabana durante as comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil, que teve dois momentos: o ato oficial, com desfiles e ao término das celebrações, um discurso à parte da estrutura estatal, em um trio elétrico, mobilizado por apoiadores.

Evento militar 

Um grupo de artilharia realizou uma salva de tiros do Forte de Copacabana. Uma hora depois, foi a vez de a Marinha exibir seus navios na Baía de Guanabara.

Às 13 horas, o Comando Militar do Leste realizou um show aéreo na Avenida Atlântica, na altura da Rainha Elizabeth, também em Copacabana. Depois, o 1° Batalhão dos Fuzileiros Navais executou uma série de músicas. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro organizam manifestações na Atlântica, mobilizaram trios elétricos e outros carros de som para a avenida.

Motociata

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, desembarcou no Aeroporto Santos Dumont, de onde partiu uma “motociata” até a Praia de Copacabana. Depois da cerimônia oficial foi, o presidente Jair Bolsonaro desceu do palanque oficial montado para o desfile oficial e seguiu à pé até um trio-elétrico onde discursou para a multidão presente.