Tucker Carlson: ‘Brasil é mais importante para EUA que Guerra na Ucrânia

Tucker Carlson, após entrevista com o presidente Jair Bolsonaro. (Reprodução Redes Sociais)

Apresentador do programa político de maior audiência nos EUA alertou: Brasil [sob comando de Bolsonaro] é o único país pró-EUA na América do Sul

O jornalista Tucker Carlson, apresentador do programa político de maior audiência nos Estados Unidos – o “Tucker Carlson Tonight”, da Fox News – afirmou nesta quarta-feira, dia 29 de junho, que “O futuro brasileiro é mais importante a curto prazo para os EUA do que a guerra entre Ucrânia e Rússia, no leste europeu” e ainda criticou o Departamento de Estado norte-americano por ser “hostil” ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Carlson que está no Brasil para a produção de um documentário sobre o avanço da influência da China sobre o Brasil – e entrevistou o presidente Jair Bolsonaro pela manhã, no Palácio do Planalto, em Brasília – fez a declaração ao passar pelo Rio de Janeiro, onde gravou com o assessor para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Filipe Martins.

“– Enquanto os Estados Unidos, sob a administração de Biden, se concentram num conflito na Europa Oriental, que é materialmente irrelevante aos nossos interesses, a América Latina está se despedaçando, pelo menos pela perspectiva de um norte-americano”, iniciou Carlson.

‘América Latina está se despedaçando’

Apresentador do programa de TV de maior audiência nos EUA – de viés conservador – Carlson comentou a importância do Brasil, ainda mais em um cenário de vitórias recentes da Esquerda na América do Sul, na Colômbia e anteriormente, no Chile:

“– O Chile está em rápido declínio e é anti-EUA. Isso deixa o Brasil como a única economia desse hemisfério pró-EUA [sob o governo de Jair Bolsonaro]. O Brasil tem a nona maior economia do mundo e tem uma das reservas naturais mais valiosas do planeta. Então, se você se importa com o futuro dos Estados Unidos, você tem de se importar profundamente com o futuro do Brasil.”

Carlson ainda lembrou que o pré-candidato à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é abertamente a favor da China, maior adversária dos EUA:

“ – As eleições que virão agora neste país [Brasil] têm graves consequências para os EUA. O outro candidato é abertamente pró-China, o maior adversário dos EUA”, alertou.